Corinthians e Botafogo empatam em partida de muitos gols e polêmica.

0
Não foi dessa vez. Desde 2012 sem derrotar o Corinthians fora de casa, o Botafogo vencia por 2 a 1 até os 47 minutos do segundo tempo, quando Jô empatou para o Timão. O duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro marcou a “estreia” da Neo Química Arena, antiga Arena Itaquera, e teve muitos gols e polêmica.

O primeiro lance controverso ocorreu aos 11 minutos de jogo. Fagner tentou lançamento para Gustavo Mosquito. O atacante caiu na área e o árbitro Rafael Traci marcou pênalti de Marcelo Benevenuto. Sem intervenção do VAR, e com muita reclamação do time do Botafogo, Fagner bateu com perfeição no canto direito de Gatito Fernández para abrir o placar.

O Botafogo reagiu. Aos 21 minutos, Guilherme tentou cruzar e a bola bateu no braço de Fagner. Quando todos esperavam a bola alçada na área, Bruno Nazário bateu direto para o gol, de perna esquerda, surpreendendo Cássio. Falha ou golaço? Um pouco dos dois.

O Corinthians voltou bem melhor no segundo tempo e passou a dominar o Botafogo, mas sempre errava no último toque. Em um contra-ataque, o Glorioso virou o jogo. Kalou recebeu no meio de campo, tabelou com Rhuan, driblou Danilo Avelar e chutou de perna direita, rasteiro, para marcar o segundo.

No lance seguinte o Corinthians empatou, mas o gol não valeu. Fagner cruzou e Otero cabeceou para o fundo das redes. O VAR foi acionado e viu falta de Jô em cima de Marcelo Benevenuto.

O Botafogo recuou demais no fim da partida para segurar a vitória e acabou sofrendo o empate. Aos 47 minutos, Léo Natel e Fagner fizeram boa jogada pela direita e o lateral tocou rasteiro para Jô finalizar e deixar tudo igual.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930